Quem pode administrar condomínio? Tudo o que você precisa saber

Quem pode administrar condomínio? Tudo o que você precisa saber

Você realmente sabe quem pode administrar condomínio?  Saberia nos dizer ainda qual seria o papel desta pessoa dentro do contexto deste ambiente e quais seriam as suas principais atribuições?

Atualmente, podemos dizer que a tarefa de realizar a gestão de condomínios não é uma das fáceis de ser realizada justamente por todas as questões que a envolvem. 

A partir disso, então, vamos com este post dar maiores informações sobre como realizar o exercício correto desta atividade que, por sua vez, traz consigo grandes responsabilidades.

Quem pode administrar condomínio?

Para sabermos quem pode ser administrador de condomínios, primeiramente precisamos entender que este cargo precisa ser ocupado por pessoas que, de fato, possuam algum conhecimento em diferentes áreas de gestão, por exemplo.

Neste sentido, justamente por questões que envolvem a questão da necessidade de exatidão em pontos tais como a prestação de contas do espaço do condomínio em si, a Legislação Brasileira permite que o responsável pela administração de um condomínio também possa ser uma que não reside no espaço mas que, em contrapartida, possua as capacidades técnicas específicas para o exercício de sua função como tal.

No entanto, a escolha desta figura de liderança do condomínio deve ser realizada em assembleia com os demais residentes, tanto em casos onde o escolhido venha ou não a ser um morador do espaço em questão.

Quais as funções do administrador de condomínio?

Após vermos de maneira clara alguns aspectos que envolvem a questão de quem pode administrar condomínio, toquemos agora no ponto de vista das principais atribuições que esta posição é capaz de trazer consigo.

Sendo assim, dentre estas responsabilidades associadas à este cargo, podemos dizer que destacam-se as seguintes funções:

  • Elaboração de todo o quadro de funcionários, se responsabilizando por admissões e desligamentos;
  • Fazer valer as regras presentes no sistema interno de normas;
  • Deter a capacidade de mediação e gestão de conflitos e interesses distintos;
  • Verificar índices de inadimplência tanto de moradores quanto do próprio espaço em si;
  • Preparação de pautas de reuniões coletivas e assembleias;
  • Administração das finanças, de modo a concretizar um fundo de reserva de quantias em dinheiro para situações emergenciais;
  • Estar inteirado sobre as questões legais, administrativas e financeiras que estão diretamente ligadas com a sua atuação.

Como funciona a administração de condomínios?

A administração de condomínios é uma das missões mais árduas de se completar, pois envolve diversos fatores que podem impactar diretamente na qualidade de vida de seus moradores.

Por isso mesmo, entre outras coisas, este conjunto de ações de gestão pode ser feita observando as seguintes situações:

  • Autogestão, realizada exclusivamente por um síndico que também seja morador do espaço;
  • Gestão assistencial, na qual se tem a presença de uma empresa para apoiar nas decisões administrativas;
  • Gestão terceirizada, onde esta tarefa é repassada para uma empresa desse setor de mercado.

Desta forma, em muitas situações, a presença de uma empresa que seja especializada nas tarefas de assessoria jurídica condominal mostra-se como sendo uma excelente alternativa para a resolução de problemas que, por sua vez, exigem maior capacidade técnica e profissional.

Quem pode administrar condomínio? O síndico é a melhor opção?

Como tivemos a oportunidade de perceber anteriormente, dentro de tudo o que envolve a situação de quem pode administrar condomínio, a presença de um síndico terceirizado pode sim fazer total diferença na gestão deste espaço justamente pela sua capacidade e competência profissional para tal ação.

Vale a pena contratar uma administradora?

Neste momento, você pode estar se perguntando: afinal de contas, vale mesmo a pena contratar uma administradora de condomínios?

Para responder a questões como esta, basta dizermos algo mais sobre as inúmeras vantagens que este movimento pode trazer a este tipo de espaço, tais como, por exemplo:

  • Estabelecimento de estratégias desenvolvidas de maneira particular, à partir da realidade de cada condomínio;
  • Presença de uma equipe de profissionais capacitada para a resolução das mais diferentes pendências e intercorrências.

Aqui, na Central de Condomínios, você tem à sua disposição o suporte de uma empresa que se mostra como sendo referência na tarefa de administração de condomínios, com extrema competência e qualidade que são alcançadas por meio de nossa grande experiência de mercado.

Entre em contato conosco, fale com um profissional e venha conhecer as nossas mais diversas soluções em serviços de administração de condomínios.

Nossos Serviços

Precisa de ajuda? Converse conosco